0

Tipos de Pele e Cuidados a Ter

Cuidar da pele começa no interior! A maior parte das pessoas não bebe água suficiente para hidratar o corpo, mas a água é uma fonte de juventude para a pele! Lavar o rosto não é suficiente, pois, apesar de a pele absorver um pouco dessa água, a maioria da água que absorve vem de dentro! Por isso, tem de beber muita água durante o dia, para limpar as toxinas e ter menos rugas!

Deve limpar e hidratar diariamente, para eliminar impurezas, estimular a circulação e renovar as células! Mas para diferentes tipos de pele, diferentes cuidados também! Descubra qual o seu tipo de pele.

Existem no geral quatro tipos de pele e cada tipo tem necessidades diferentes que requerem diferentes cuidados. Depois existem variantes, uma pele seca ou oleosa também poderá ser uma pele sensível.

Pele normal

É uma pele na, aveludada e macia. Não é demasiado oleosa, nem demasiado seca. Não tem tendência a criar manchas nem borbulhas. Como não produz óleo a mais, também não tem poros dilatados! Esta pele transpira saúde!

Cuidados a ter: É sempre importante limpar a pele diariamente com um desmaquilhante para peles normais e hidratá-la com um hidratante de preferência com proteção solar para o mesmo tipo de pele. Mas, sem hidratação, no inverno ela pode tornar-se mais seca. Por isso é importante cuidar dela durante todo o ano!

 

Pele mista

É um dos tipos de pele mais comuns. E é mista porquê? Porque numa parte do rosto é seca ou normal, e na zona T (testa, nariz e queixo) apresenta características da pele oleosa. Tem tendência para ter poros dilatados no nariz e para eventuais borbulhas na testa e no queixo, assim como para produzir óleo em excesso.

Por outro lado, como é seca no resto do rosto, poderá ser mais áspera e aparecerem mais cedo rugas. E aí surge a dúvida de muita gente: mas compro produtos para pele seca ou para pele oleosa?

Cuidados a ter: o ideal será usar duas gamas de produtos diferentes, um para controlar a oleosidade da zona T e outro para hidratar as partes mais ásperas. Para haver mais equilíbrio, poderá optar também por um desmaquilhante para peles normais e um tónico adstringente para controlar a oleosidade. Se possível, uma vez por semana faça uma máscara de limpeza para peles oleosas na zona T.

 

Pele oleosa

Devido à grande concentração de oleosidade, é uma pele que brilha mais, tem os poros dilatados e alguma tendência para borbulhas e para a formação de pontos negros. Além destes sinais, ainda tem uma excessiva produção de sebo, que pode levar a problemas cutâneos, tais como a acne.

Cuidados a ter: os produtos para este tipo de pele devem estimular a redução da produção de sebo e ajudar à desobstrução dos poros. Os produtos que contenham ácido salicílico ajudam a fechar os poros e a controlar a oleosidade. Deve lavar o rosto com um gel de limpeza adequado a este tipo de pele, usar também um tónico para controlar a dilatação dos poros e equilibrar o pH da pele, e, de seguida, aplicar um hidratante não-oleoso. A esfoliação é aconselhada 1 ou 2 vezes por semana. Se tiver borbulhas inflamadas, não o faça. Prefira os protetores solares com textura de gel.

 

Pele seca

Quem tem uma pele deste tipo também não tem a vida facilitada. É uma pele na e baça, que repuxa, é áspera, não tem elasticidade e com alguma tendência para descamar. As pessoas com pele seca têm uma maior tendência para ter rugas mais cedo devido à falta de água e óleo que a pele produz. A pele seca é mais frágil e por isso mais sujeita a irritações e comichão. É uma pele que envelhece mais facilmente, por ter menos elasticidade.

Cuidados a ter: evite produtos que tenham álcool! Como a pele não tem a barreira de proteção adequada, o álcool facilita o aparecimento de alergias e infeções. Use produtos de limpeza que contenham óleos essenciais e específicos para pele seca. Faça uma esfoliação semanal para retirar as células mortas e uma máscara de hidratação de seguida.

 

Pele sensível

Alguns dermatologistas acreditam que a pele sensível é uma condição, outros consideram que é um tipo de pele, porque há peles normais que, por exemplo, também são sensíveis.

As peles sensíveis reagem a diversas condicionantes, quer seja ao calor, ao vento, ao ciclo menstrual ou até ao stresse. As atópicas estão sujeitas a sofrer frequentemente períodos de inflamação. Elas sofrem muitas vezes de irritação, vermelhidão, comichão, erupção cutânea e descamação.

Se a pele seca não for tratada adequadamente, pode piorar e resultar em vários problemas dermatológicos como, por exemplo, o eczema e a rosácea.

Cuidados a ter: deve evitar-se os esfoliantes e a água quente, porque removem a camada de defesa da pele. Utilize apenas produtos de limpeza para peles sensíveis com pH neutro. O tónico deve ser suave, sem álcool. Se usar maquilhagem, prefira produtos do tipo mineral, porque contêm menos conservantes e substâncias que causam menos alergias e que não irritam a pele. Evite produtos com perfume, álcool, ácido salicílico e microesfoliantes.

 

 

Cuidados diários com a pele

Há alguns cuidados que deverá ter diariamente, mas se os seguir à risca vai ter a pele com que sempre sonhou!

São 3 passos básicos e rápidos que deverá seguir diariamente: limpar, tonificar e hidratar!

Limpar

Oiço frequentemente as pessoas dizerem que não se maquilharam, logo não precisam de limpar o rosto no m do dia… ERRADO! Pensar que somente a pele que tem maquilhagem precisa de ser limpa é um erro. À medida que o dia avança o rosto vai sendo involuntariamente maquilhado, com pó e poluição. Se não acredita, experimente passar um algodão pelo rosto no final do dia e vai ficar espantado com a sujidade que vai encontrar.

A pele não deve ser limpa apenas à noite. A limpeza matinal também é muito importante. Mas como, se passei a noite a dormir e não estive sujeita a poluição ou ao pó? Sem dúvida que esta é uma pergunta pertinente, mas durante a noite a nossa pele também produz óleo e elimina impurezas através dos poros. É por isso que, antes de aplicar o hidratante, deve limpar e tonificar a pele!

Se usa um gel de limpeza no banho, então basta usar o tónico e depois o hidratante.

 

Tonificar

Tonificar? Sim, deve tonificar a pele antes de aplicar o hidratante, porque o tónico remove os vestígios de desmaquilhante, elimina os resíduos acumulados nos poros, limpa em profundidade e contribui para a remoção das células mortas. E estamos assim a prevenir o aparecimento de borbulhas e pontos negros. Restabelece também o pH equilibrado da pele e melhora a microcirculação, pois prepara a pele para absorver melhor a hidratação. A pele fica suave e fresca!

Algumas pessoas ficam baralhadas com os tónicos para peles oleosas e os adstringentes. Os tónicos adstringentes são um pouco mais agressivos e, regra geral, são usados por quem tem uma pele muito oleosa, porque fecham os poros, controlam a oleosidade e regulam a produção de sebo, deixando a pele menos brilhante.

Na minha opinião alguns tónicos adstringentes têm um pouco de álcool a mais, e confundimos frescura com ardor e esse processo vai desencadear ainda mais a produção de óleo. O excesso de álcool agride e desidrata a pele. Por isso é importante perceber como a sua pele se comporta com a utilização de determinados produtos. Depois de aplicar o tónico na pele deve sentir uma sensação agradável, fresca e sem ardor ou sensação de repuxamento.

Hidratar

Para ter a pele luminosa, confortável e hidratada tem de usar hidratante todos os dias! A pele tem uma barreira protetora composta por uma na camada de água e óleo, cuja função é manter o equilíbrio natural da pele contra os agentes externos como o vento, o frio, o calor, a poluição e a humidade. Muitas vezes essa barreira é destruída por estes factores e é aí que entram os hidratantes, que vão ajudar a repor essa barreira protetora que foi destruída.

Manter a pele hidratada ajuda a evitar zonas de descamação, mantendo a pele aveludada e impedindo que a água presente nela evapore.

São os níveis de água na pele que ajudam a combater ou atrasar a regeneração celular (que previne o aparecimento de manchas, por exemplo), a degradação do colagénio (que provoca as rugas), a diminuição de elastina (que nos provoca acidez na pele), entre outros factores importantes. Por isso, vamos ajudar a nossa pele e beber mais água durante o dia!

Existem vários tipos de hidratantes para vários tipos de pele. Em termos de texturas, para as peles oleosas o melhores são as texturas em gel ou loção, ou seja, mais fluidas, menos untuosas. Para as peles normais existem umas texturas em creme mais fluido, mais ligeiro. Para as peles secas o aconselhado são mesmo os cremes ricos, aqueles que vêm em boiões, bem mais densos.

A penetração do creme pode ser potencializada com esfoliações semanais, mas já lá vamos!

 

Passos complementares da rotina diária

Proteção solar

Proteger a pele do sol é algo que não deve ser descurado. Uma pele que seja exposta ao sol sem que se tomem os devidos cuidados acabará por sofrer no futuro. Claro que qualquer pessoa gosta de ter um rosto bronzeado, mas é preciso tomar todas as precauções para que o sol em excesso não acabe por trazer problemas. Por isso a aplicação de um creme protetor é obrigatória!

A proteção solar ajuda a prevenir as tão odiadas manchas castanhas, a secura da pele e, por consequência, as rugas! Já para não falar de problemas mais graves. Nalguns tipos de pele, como as mais sensíveis e as peles com manchas, deve aplicar-se um protetor solar durante todo o ano independentemente se chove ou faz sol!

O protetor solar deve ser aplicado a seguir ao creme hidratante. Deixe absorver um pouco o hidratante e depois aplique o protetor.

Quem tem pele oleosa geralmente queixa-se que depois fica com o rosto todo gorduroso, mas já existem no mercado muitos protectores com textura fina e não-oleosa, alguns em gel. E como a cosmética está sempre a evoluir, já não ficamos azuis como acontecia antigamente com a aplicação de alguns protetores. Aliás alguns cremes hidratantes já têm um fator de proteção o que facilita o processo, pois ao mesmo tempo que hidratamos a pele estamos também a protegê-la.

 

Sérum

O sérum é um produto que tem uma maior concentração de princípios ativos em relação ao hidratante normal e uma textura mais fluida, entre a água e o gel, que ajuda a penetrar mais rápida e profundamente na pele. Algumas gotas de sérum podem ter a mesma concentração de princípios ativos do que o nosso frasco de creme inteiro! O sérum ajuda também a potencializar a ação do hidratante.

Os resultados do sérum costumam notar-se mais rapidamente do que os do hidratante, mas um não dispensa o uso do outro! Aliás não se pode usar o sérum sozinho, até porque não tem proteção solar, nem seria muito confortável para as peles mais secas.

A maioria aplica-se de manhã e à noite, mas existem uns para usar especificamente antes de dormir, que é quando a pele faz o processo de regeneração.

 

Creme de contorno de olhos

O contorno dos olhos é a zona mais frágil e sensível do rosto e, por isso, é preciso ter cuidados especiais com ela.

Usar um creme de contorno de olhos ajuda a atenuar os efeitos do envelhecimento, a minimizar e reduzir as rugas à volta dos olhos, a aliviar os papos, a atenuar as olheiras e a tornar a pele mais firme! Deve ser usado a partir dos 25 anos.

Atenção: Um creme de contorno de olhos não é um creme de olhos! Há muita gente que aplica o creme nas pálpebras e depois queixa-se que o creme provoca alergia e faz lacrimejar… O creme deve ser aplicado ao redor do olho, do osso da olheira até ao osso da sobrancelha no sentido dos ponteiros do relógio com leves toques com os dedos como se estivesse a tocar piano! A pele depois encarrega-se de distribuir o creme por onde precisa!

Qual a ordem correta para a aplicação dos produtos?

1. Leite ou gel de limpeza

2. Tónico

3. Sérum

4. Creme de contorno de olhos

5. Hidratante

6. Protetor solar

Nota: cada produto deve ser aplicado com intervalos de 1 a 2 minutos, para que a pele possa absorvê-los totalmente e para não misturar os componentes de cada um.

  • Share post

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Blogs do Ano - Nomeado Beleza